PERDA DE DENTES. CONHEÇA ALGUNS PROBLEMAS.

Problemas com a perda de um dente

CONQUIST ODONTOLOGIA | 10 Jan. 2020 | 2MIN.

A perda de um ou mais dentes sempre gera consequências que vão além do fator estético. Seja por um trauma (um acidente, por exemplo), cárie ou doença periodontal (infecção na gengiva e osso de suporte). Quando um ou mais dentes faltam na boca, sua substituição é fundamental para a manutenção do equilíbrio das funções oclusais, mastigatórias e estéticas.

E o que acontecesse quando o dente é perdido?

Quando um dente da frente é perdido, a preocupação estética é a prioridade que leva o paciente rapidamente ao tratamento reabilitador. Por outro lado, quando se perde um dente posterior, é comum o paciente pensar que pode adiar a colocação de uma prótese, o que pode levar a prejuízos ao paciente.

Se o espaço de um dente perdido não for rapidamente preenchido com prótese, os dentes vizinhos se movimentam, inclinando-se em direção ao espaço vazio. O antagonista, com o tempo, tende a extruir (ficar maior, expondo sua raíz). Esta consequência leva a algumas limitações para o tratamento protético posterior.

Além disso, quando a perda ocorre em um lado apenas, frequentemente o paciente tenta compensar mastigando com o lado oposto. Este hábito evolui com desordens do tipo desvio de linha média, mordida cruzada e disfunções da articulação temporomandibular.

Além disso, a mastigação exerce papel fundamental na digestão. Quanto mais mastigado o alimento, melhor para o processo digestivo, pois além do efeito da saliva na pré digestão alimentar, os dentes exercem importante papel na trituração dos alimentos. Sendo assim, dependendo da extensão da perda ou do número de dentes envolvidos, um paciente pode inclusive desenvolver problemas digestivos.

Mas se já sabemos o quanto é importante substituir um dente perdido, qual o tipo de prótese devo usar?

Prótese fixa, removível ou implante? A escolha do tipo de prótese dependerá de um planejamento detalhado do caso. Mas o paciente pode e deve participar da escolha desde que devidamente orientado quanto aos benefícios e as restrições de cada uma das opções.

Os implantes dentários surgiram como a alternativa de sucesso na substituição de dentes perdidos. Ao colocar um implante no osso, impedimos sua reabsorção, o que ocorre com a colocação de outras próteses. Preservando o osso, estamos também mantendo os contornos gengivais tão importantes para a estética do tratamento reabilitador.

Sua colocação também preserva os dentes vizinhos e a tecnologia aplicada no desenvolvimento dos implantes nos permite restabelecer uma estética e função muito próximas aos dos dentes naturais.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.