Prótese total

As próteses são peças confeccionais com a finalidade de repor dentes ausentes e trazer mais beleza ao sorriso do paciente. Para este procedimento, existem dois tipos de próteses: Prótese total e Prótese parcial.

As Próteses Totais (dentaduras) são aquelas que repõem todos os dentes de uma vez. Elas são feitas com dentes artificiais em resina e uma estrutura em um plástico muito resistente com coloração rósea, que imita a gengiva. A mobilidade da prótese pode promover feridas na boca algumas vezes o que torna o seu uso desconfortável. Na arcada superior exige o recobrimento total do palato.

O uso de Próteses removíveis não interrompe a atrofia óssea, o que acontece somente com implantes. Uma atrofia muito acentuada pode inviabilizar a colocação posterior de implantes, ou tornar a prótese solta com o tempo.

As melhores alternativas para o uso de próteses são aquelas que envolvem implantes. Implantes dentários são uma excelente forma de solucionar a falta de dentes e problemas de mastigação. Consiste em raízes artificiais que são instaladas de forma muito simples, rápida e indolor, no osso maxilar para repor um ou mais dentes perdidos. Posteriormente é fixado um dente, buscando obter uma aparência natural.

 

PERGUNTAS FREQUENTES

 

Por que realizar o tratamento de Prótese Total?

    • Saúde: Apesar da Prótese não ser capaz de devolver ao paciente 100% da função dos dentes naturais, ela é indispensável para que o mesmo volte a ter função mastigatória e fonética. O paciente sem dentes fatalmente terá disfunção da ATM (articulação têmporo-mandibular), dores de cabeça e poderá desenvolver gastrite.
    • Estética: A Prótese é capaz de devolver ao paciente o sorriso e com isso, a autoestima.
    • Sociais e Psicológicos: Pacientes desdentados relatam ter dificuldades para encontrar emprego, conviver socialmente, comer em público e sorrir.

Como será o meu tratamento de Prótese Total?

O tratamento inicia-se com a moldagem das duas arcadas. Com esta moldagem, o laboratório de prótese fará o que chamamos de moldeiras individuais (servem somente para este paciente). Com esta moldeira e utilizando material próprio, o dentista fará uma nova moldagem, desta vez mais fiel e minuciosa.

A partir daí, algumas sessões serão necessárias para registros de altura e tipo de mordida do paciente, prova da base da prótese, dos dentes e finalmente a instalação. Após a instalação da Dentadura, possivelmente o paciente ainda terá de retornar para algumas consultas de ajustes.

 

Em quais casos são recomendados a colocação da Prótese Total?

Existe a indicação de Prótese Total Provisória ou Imediata, que ocorre quando o paciente precisa extrair dentes por doença periodontal, por exemplo, e não quer ficar sem dentes até que seja completada a cicatrização.

Neste caso, a prótese perderá sua estabilidade conforme a cicatrização dos tecidos vai ocorrendo. Isso pode levar cerca de 6 meses. Após este período, o paciente deverá fazer a Prótese Total Definitiva.

 

Qual é o risco de não realizar o tratamento?

A não reposição de dentes perdidos pode acarretar uma série de complicações, entre as quais:

  • Modificação na mordida
  • Desconforto na articulação
  • Problemas estéticos
  • Perda da auto-estima
  • Problemas digestivos

 

PERGUNTAS PÓS TRATAMENTO

 

Quais cuidados eu devo ter após a instalação da Prótese Total?

Após a instalação da Prótese Total, o paciente passará por um período de adaptação com a fala e mastigação, pois a musculatura facial ainda não se acostumou com a presença da prótese. Se houver dor ou formação de pequenas feridas, o dentista deverá ser consultado para mais ajustes.

A prótese inferior sempre terá menor retenção que a superior e por isso ela poderá se movimentar mais na boca.

Algumas vezes este inconveniente é ainda maior quando o paciente tem pouca estrutura óssea para sustentar a prótese. Neste caso, para melhorar a retenção da mesma, a melhor indicação seria a fixação de pinos de implantes e instalação de uma Prótese Total sobre os Implantes.

É necessário remover a prótese para fazer a higienização da peça, das gengivas, língua e céu da boca após as refeições.

 

Como cuidar da higiene da minha Prótese?

Para garantir a durabilidade das próteses fixas são necessárias visitas regulares ao dentista, cuidados com a higiene oral e utilização de dispositivos como:

  • Utilização diária do Fio Dental
  • Escovilhões ou Fio com ponta endurecida que ajuda na limpeza dos espaços entre dentes e pônticos

Como eu sei quando a Prótese Total deve ser substituída?

Alguns sinais poderão avisar o paciente de que esta prótese deve ser trocada, sendo o principal deles o desgaste dos dentes e aumento da mobilidade da peça. O uso de prótese mal adaptada é um dos fatores de risco para o aparecimento de lesões benignas e até de câncer bucal.

A Prótese Total deverá ser substituída num período de 5 anos. Esta necessidade ocorre devido a reabsorção óssea natural que ocorre no tecido ósseo de pacientes desdentados.

Entre em contato conosco