Ortodontia

Ortodontia é uma especialidade da odontologia que atua no diagnóstico, tratamento e prevenção das irregularidades dos dentes e da face. Este tratamento facilita a higienização bucal devido ao melhor posicionamento dos dentes. Diminui as chances de dores de cabeça, dores na região do pescoço, dos ombros e das costas e síndrome da DTM: Disfunção Têmporo-Mandibular.

O aparelho dentário não serve só para consertar os dentes tortos. A boca, os músculos da face e os dentes funcionam sempre juntos. Quando alguma das partes está alterada, interfere na estética da face, na fala, na deglutição e até mesmo na respiração. Embora seja difícil prever o tempo do tratamento ortodôntico, pois ele depende de vários fatores, em média leva-se de 18 a 36 meses.

A maioria das pessoas imagina que o tratamento de ortodontia deve ser feito na adolescência, porém, o melhor é que uma primeira avaliação odontológica seja feita nos dentes de leite por volta dos 4 e 5 anos.

Apenas seu dentista ou ortodontista poderá determinar se você poderá se beneficiar de um tratamento ortodôntico. Com base em alguns instrumentos de diagnóstico que incluem um histórico médico e dentário completo, um exame clínico, moldes de gesso de seus dentes e fotografias e radiografias especiais, o ortodontista ou dentista poderá decidir se a ortodontia é recomendável e desenvolver um plano de tratamento adequado para você.

São sinais da necessidade de tratamento ortodôntico:

  • Dentes não alinhados;
  • Dente de leite retido, isto é, não cai e o permanente não nasce;
  • Ausência de algum dente;
  • Dentes que nascem no lugar errado: no céu da boca, ao lado da língua, girados, encavalados;
  • Mordida aberta: a criança fecha a boca e os dentes da frente não se tocam;
  • Mordida cruzada: os dentes de cima ficam para dentro dos de baixo ao fechar a boca;
  • Dificuldades na deglutição: a criança faz careta, gestos ou contrai a boca para engolir;
  • Alterações ósseas: queixo muito para frente ou para trás;
  • Respiração pela boca: muitas vezes decorrente do hábito de chupar o dedão.

 

A ortodontia corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada com a ajuda de aparelhos fixos ou móveis

A ortodontia corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada com a ajuda de aparelhos fixos ou móveis

VEJA COMO FUNCIONA O APARELHO ORTODÔNTICO

 PERGUNTAS FREQUENTES

 

Como é feito o tratamento ortodôntico?

Diversos tipos de aparelhos, tanto fixos como móveis, são usados para ajudar a movimentar os dentes, retrair os músculos e alterar o crescimento mandibular. Estes aparelhos funcionam colocando uma leve pressão nos dentes e ossos maxilares. A gravidade do seu problema é que irá determinar qual o procedimento ortodôntico mais adequado e mais eficaz.

Quais são os tipos de aparelhos ortodônticos?

Os aparelhos podem ser divididos em dois grupos: fixos e removíveis.

Aparelhos fixos: são unidos aos dentes através de uma substância adesiva ou cimento. São compostos por bráquetes (metálicos, plásticos ou cerâmicos), tubos e anéis, que suportam o arco metálico responsável pela movimentação dentária. Permitem maior movimentação dos dentes e independem da colaboração do paciente.

Aparelhos removíveis: são encaixados na boca, podendo ser retirados pelo paciente ou pelo dentista e dependem da colaboração do paciente. Podem ser ortodônticos, os quais realizam pequenas movimentações dentárias; ou ortopédicos, utilizados nas correções de alterações ósseas. Hoje em dia, existem aparelhos transparentes em que as peças de suporte se confundem com a coloração do dente e proporcionam uma melhor estética.

PERGUNTAS PÓS TRATAMENTO ORTODÔNTICO

Devo voltar ao dentista após o final do tratamento ortodôntico?

Após o tratamento ortodôntico, seja ele fixo ou removível, o paciente deverá voltar ao consultório para que o dentista continue avaliando o reposicionamento dos dentes, pois é muito importante que o tecido ósseo e os tecidos adjacentes estejam consolidados com o novo posicionamento dos dentes.

Nunca mais vou precisar usar aparelho?

Um novo aparelho fixo ou removível após o tratamento ortodôntico ajudará para que os dentes se acostumem com o novo alinhamento dental. Este aparelho será desenhado para limitar a movimentação dos dentes, evitando que o paciente volte para o tratamento ortodôntico Este aparelho deverá ser usado 24h de 6 meses a 1 ano, removendo apenas para as refeições e para higiene do aparelho e higiene bucal. Após este período, ainda é recomendável usar o aparelho ortodôntico no período noturno de 6 meses a 1 ano, para absoluta estabilização dos dentes nas posições definitivas. Lembrando que o prazo pode variar de acordo com o caso.

Entre em contato conosco