Enxerto

O tratamento de Enxerto Ósseo é ideal para pacientes que não possuem estrutura óssea adequada para receber implantes dentários. Isso é necessário sempre que um dente é perdido e o osso que se encontrava ao redor do dente é reabsorvido.

Esse processo de reaobsorção óssea ou atrofia torna o osso progressivamente mais fino, tornando a colocação do implante quase impossível no paciente. Existem casos que estes dentes foram perdidos há muitos anos, o que torna necessário a realização de um procedimento para recriar o osso perdido, denominado de enxerto ósseo.

Os enxertos ósseos podem ser realizados com materiais artificiais, porém o tratamento de enxerto que apresenta os melhores resutados é quando utiliza-se o osso do próprio paciente que é obtido de outra região da boca. Pode ser feito em bloco ou fragmentado para elevar a membrana do seio maxilar (levantamento do seio maxilar). Em casos de grandes perdas ósseas utilizamos como área doadora o osso da bacia, chamado osso ilíaco, o que requer internação hospitalar. Esta técnica, apesar de ser mais invasiva, pode resolver muito bem os problemas dos pacientes que perderam seus dentes há muitos anos e não se acostumam com dentaduras.

Maxila enxertada e com a colocação de implantes.

Maxila enxertada e com a colocação de implantes.

Maxila seriamente reabsorvida necessitando enxertos ósseos.

Maxila seriamente reabsorvida necessitando enxertos ósseos.

PERGUNTAS FREQUENTES

Por que realizar o tratamento de Enxerto Ósseo?

Realizando este tratamento o paciente obtém condições para a colocação de implantes e, posteriormente, a possibilidade da confecção de próteses. Além disso, todo processo ajuda a resolver problemas estéticos decorrentes da perda óssea: dentes muito compridos e sorriso em desarmonia.

 

Como será feito o tratamento?

Primeiro é realizado uma cirurgia para colocação do enxerto ósseo na região danificada. É necessário aguardar um período de 4 a 6 meses para avaliar o sucesso do enxerto ósseo. Após esse período, você irá a uma consulta marcada para avaliação clínica pré-implante, quando o cirurgião-dentista se certifica de haver todas as condições necessárias para a continuidade do tratamento.

O tempo de conclusão deste tratamento varia de caso para caso. Os implantes dentários permanecem em repouso por um período que varia de 2 a 6 meses para que ocorra o fenômeno da osseointegração (adesão do titânio ao osso). Logo após este processo os implantes dentários são descobertos e uma prótese dentária é conectada ao implante dentário. Em alguns casos específicos, a prótese pode ser instalada já no dia da cirurgia de colocação do implante dentário, realizando assim a carga imediata.

 

Qual é o risco de não realizar o tratamento de Enxerto Ósseo?

A perda óssea traz problemas funcionais e estéticos, entre os quais:

  • Dificuldade para a realização de implantes.
  • Aparência de dentes muito compridos, o que prejudica a harmonia estética

 

O Enxerto Ósseo pode ser feito no próprio consultório?

Enxertos menores podem ser feitos no próprio consultório com uso de anestesia local. Já para áreas maiores é preciso intervenção cirúrgica, com anestesia geral.

 

Existe alguma possibilidade de rejeição dos implantes?

Não. Rejeição ocorre quando um órgão é transplantado de uma pessoa para outra (Ex: coração, rins, etc.). Esta seria a resposta do organismo frente ao corpo estranho.
Nos implantes dentários não ocorrem rejeições, primeiramente porque não são transplantes e também porque não são órgãos, e sim, metais e logicamente são estéreis. Apresentam características que o organismo aceita, chamadas de bio-compatíveis e bio-inertes.
O que pode acontecer é o insucesso, ou seja, não ocorrer união do osso ao implante, e isto pode acontecer após a cirurgia mesmo, antes ou após a colocação do dente. Este fato representa um índice muito pequeno, cerca de 3 % dos casos, onde é indicada a instalação de implantes. Se houver possibilidade de recolocá-lo, o mesmo será feito, porém, se não for possível esta recolocação por algum motivo, outra solução protética será oferecida.

 

Ficarei sem dentes durante o tratamento?

Durante o tratamento com implantes dentários, o dentista terá condições de colocar no paciente uma prótese provisória, que será usada durante o período de cicatrização dos implantes dentários. Frequentemente é possível ter um dente provisório fixo.

 

Instalar implantes dentários causa alguma dor?

Não. Obviamente trata-se de um procedimento cirúrgico e pode ocorrer certo edema (inchaço), especialmente nos primeiros dias de pós-operatório. O edema é proporcional ao porte da cirurgia. Cirurgias de enxerto ósseo costumam provocar maior edema. Entretanto, existem medicações específicas para o controle da inflamação pós-operatória, assim como antibióticos (remédios que combatem infecção) e analgésicos, que o cirurgião poderá prescrever em caso de necessidade.

 

PERGUNTAS PÓS TRATAMENTO

 

Quais os cuidados que devo ter após o tratamento de Enxerto Ósseo?

Geralmente o pós operatório é muito bom, mas por se tratar de um procedimento cirúrgico pode ocorrer um pouco de inchaço e desconforto que deve controlado por medicamentos. Os cuidados do paciente são fundamentais para evitar maiores problemas, sendo eles:

  • Proibido esforço físico ou exercício físico por 1 semana
  • Ao deitar-se manter a cabeça mais elevada que o resto do corpo
  • Não baixar a cabeça
  • Não tomar sol
  • Não fumar por 2 semanas (se possível, não fumar durante o primeiro mês de cicatrização);
  • Alimentação pastosa e gelada nas primeiras 24 horas, e pastosa à temperatura normal durante 3 dias
  • Seguir a receita médica e utilizar a medicação indicada. Caso haja algum desconforto com a medicação é recomendado entrar em contato imediato com o dentista
  • É esperado muito edema (inchaço) até o quarto ou quinto dia de pós-operatório; É provável que mesmo com a medicação analgésica e antiinflamatória ainda possa haver resquício de desconforto
  • A presença de grânulos no nariz ou mesmo na boca, com sensação de grãos de areia é normal, são partes do biomaterial que se soltam
  • Após a remissão do inchaço (edema) é esperada a presença de manchas arroxeadas na face (região infeior: bochechas ou mesmo abaixo do queixo na região lateral; região superior: bochechas e abaixo dos olhos)

Entre em contato conosco